Publicado em 26 de dezembro de 2018, por Patricia Zanotti

Um desafio da realidade, uma indefinição de horizontes, as imagens que giram em torno da coleção Resort 2019 da Prada, moldam modelos em impressionantes painéis expressionistas de escarlate, como um pôr-do-sol abstrato, uma invenção.

Crédito: Divulgação

Fotografadas durante o desfile da coleção Resort 2019, na Piano Factory, sede da Prada em Nova York, as imagens capturam o imediatismo das roupas, em um ambiente controlado, idealizado por Herzog & de Meuron. Complementando o design da arquitetura da locação – despidas da estrutura de concreto precisa e pura que dá a forma de construção – as imagens desafiam as divisões entre interior e exterior, entre o real e o ilusório.

Paredes de plexiglass vermelho, espelhando exatamente as janelas do ambiente, velam o exterior e emprestam sua tonalidade para o interior. O efeito é um simulacro de um pôr do sol, uma recriação sintética de um fenômeno natural. Eles servem não apenas como dispositivos decorativos, mas como lentes, como prismas para refratar e deformar. Eles reformulam e recontextualizam a paisagem urbana de Nova York, transformando a metrópole em um exercício gráfico, um plano de fundo para enfatizar tanto a roupa quanto as identidades distintas de cada modelo.

 

Créditos

Fotógrafo: Willy Vanderperre

Modelos: Mica Argañaraz, Meghan Collison, Jonas Glöer, Ariel Nicholson, Julia Nobis, Rianne Van Rompaey, Kiki Willems e Anok Yai.


[ VEJA MAIS ]